GPS e o contexto do transporte público?


Por vezes acreditamos queremos acertar os nossos horários com os horários do ônibus vão chegar a uma parada de ônibus, e não medimos esforços para isso. Mas isso não é tudo que devemos saber sobre transporte público, pare para pensar?

Se você mudar para uma nova cidade ou ir visitar um amigo, em sua nova residência sem ter informações sobre a localidade pode ser até perigoso. Saber a que horas o transporte transporte coletivo pode passar em uma parada de ônibus, pode ajudar a tomar decisão de pegar a próxima condução ou a última disponível, mas você ainda não conhecerá nada o trajeto até o destino final.

Quantos eventos deixamos de ir por falta de informação de transporte público?

Quantos eventos decidimos não ir porque não sabemos se haverá transporte público para voltar para casa e não temos R$ 20,00 para dividir um táxi com um amigo, ou alguns amigos?

Se tivéssemos a informação que a duas quadras da casa de uma tia ou amigo, a 5 minutos de caminhada, uma condução pública faz o seu trajeto e passa em uma parada perto de 23:55. Eu animaria ir nesse evento, mesmo pagando ingresso de R$ 150,00 no último lote, disponível apenas na bilheteria ou com um cambista.

O que fazemos para obter informação e ir no evento?

Gastamos muito tempo tentando reunir com amigos e desconhecidos, possibilidades de conseguir ir e voltar intactos para algum lugar seguro. Tentamos a velha e boa carona, a cooperativa de táxi que está dando desconto, imploramos para um tio nos levar e buscar e por fim até pensamos naquela velha paquera que tem automóvel. Depois de tudo isso pensamos no transporte público e reclamamos que o mesmo é ineficiente e não nos ajuda, mas não procuramos entender a sua dinâmica e possibilidades de uso no contexto da cidade em que moramos.

Tentar saber sobre horário de transporte coletivo é desejo seu também? Mas e quanto aos portadores de necessidades especiais, as mulheres grávidas, aos idosos com idade permitida em lei, aos pequenos guerreiros que precisam ir e voltar da escola com 6 anos de idade e as pessoas que querem apenas ir em um evento e usar o transporte público para isso?

A essas pessoas o GPS não dá conta do recado, ele é apenas um acessório que minimiza os efeitos da falta de disseminação de informação sobre o funcionamento do transporte coletivo e o contexto em que é inserido, a cidade.

Observe a quantidade de eventos podem acontecer simultaneamente em uma cidade

Observe a imagem acima que ilustra uma cidade. Veja a quantidade de eventos acontecendo. Tem casa junto, pessoas andando de bicicleta, crianças brincando, ônibus na via, pessoa na parada de ônibus e muito mais acontecendo dentro dos prédios. Daqui não dá para ver se alguém precisa de atendimento especializado por parte das empresas que operam no transporte público, mas com certeza muitos precisarão desse tipo de atendimento.

Para finalizar este artigo, gostariamos de parabenizar a todos os corajosos que buscam entender o contexto em que o transporte público está inserido e não somente saber o horário que a próxima condução irá passar na parada mais perto. O mundo é muito mais do que isto, embora essa informação é super valiosa e a Street Brasil também utiliza e valoriza o GPS.

Tenham todos uma ótima semana. Acesse nosso perfil no linkedin.

https://www.linkedin.com/pulse/article/o-gps-e-contexto-do-transporte-p%25C3%25BAblico-thiago-xavier-da-silva/edit

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s